O que é esperança?

 

Outra surpresa sociológica

Por James Patrick Holding.

 

 

Tendo esperança em Deus, como também estes a têm, de que haverá ressurreição, tanto de justos como de injustos.

O cético C. Dennis McKinsey uma vez apontou para Atos 24:15 acima e perguntou, “Paulo está incerto sobre a ressurreição quando usa a palavra ‘esperança’?” Não, ele não está – e a palavra esperança “esperança” no NT tem uma conotação completamente diferente da que entendemos. Observei brevemente na resposta a McKinsei que a palavra grega aqui, de acordo com Strong, é elpis, significando antecipar, geralmente com prazer, uma expectativa ou confiança. Isto tem uma conotação mais definitiva que a nossa palavra “esperança” moderna geralmente tem, a qual carrega o sentido de que há alguma grande improbabilidade de que a coisa esperada vá acontecer.

Adicionamos agora mais informações de Handobook of Biblical Social Values [115/201-2] de Pilch e Malina. A entrada em “esperança” remete aos leitores para uma entrada detalhada sobre “confiança”, aonde é dito que esperança é a importância de se submeter a uma fonte fidedigna, confiável, com a qual temos um relacionamento interpessoal sólido. Relacionando isto ao nosso item em , isto significa que nós em nosso relacionamento com Deus, como nosso patrono, temos certeza Nele; e a passagem acima quer dizer que Paulo acredita firmemente que Deus ressuscitará todas as pessoas como observado. Reflete sua segurança, não sua incerteza. Portanto, “esperança” na Bíblia na verdade significa exatamente o oposto do que McKinsey acha que é.

 

 

 

 

 

Traduzido e adaptado por Caetano Grego.

 

Vá pra casa!